Propriedades Físico / Mecânicas dos Parafusos ISO 898-1
Sub-Cláusula Propriedades físico / mecânicas Classe da propriedade
3.6 4.5 4.8 5.6 5,8 6.8 8.8 9.8b 10.9 12.9
d≤16c mm d>16c mm
5,1 Resistência a tração nominal Rm,nom N/mm² 300 400 500 600 800 800 900 1000 1200
5,2 Resistência a tração mínima Rm,mín d e N/mm² 330 400 420 500 520 600 800 830 900 1040 1220
5,3 Dureza Vickers, HV F ≥ 98 N min. 95 120 130 155 160 190 250 255 290 320 385
max. 220f 250 320 335 360 380 435
5,4 Dureza Brinell, HB    F = 30 D² min. 90 114 124 147 152 181 238 242 276 304 368
max. 209f 238 304 318 342 361 414
5,5 Dureza Rockwell, HR min. HRB 52 67 71 79 82 69 - - - - -
HRC - - - - - - 22 23 28 32 39
max. HRB 95,0f 99,5 - - - - -
HRC - - 32 34 37 39 44
5,6 Dureza superficial, HV 0,3 max. - g
5,7 Tensão baixa de rendimento ReL   h, N/mm² nom. 180 240 320 300 400 480 - - - - -
min. 190 240 340 300 420 480 - - - - -
5,8 Tensão de alongamento proporcional a 0,2% nom. - - 640 640 720 900 1080
Rp0,2  f, N/mm² min. - - 640 660 720 940 1100
5,9 Prova de carga abaixo da tensão, Sp Sp/Rel ou Sp/Rp0,2 0,94 0,94 0,91 0,93 0,90 0,92 0,91 0,91 0,90 0,88 0,88
N/mm² 180 225 310 280 380 440 580 600 650 830 970
5.10 Torque de ruptura, MB Nm min. - Conforme ISO 898-7
5,11 Porcentagem de alongamento após fratura, A min. 25 22 - 20 - - 12 12 10 9 8
5,12 Redução de área após fratura, Z % min.   52 48 48 44
5,13 Calço de carga abaixo da resistência     Os valores para os parafusos sem redução ( exceto parafusos prisioneiros ) não serão menores do que os valores mínimos para a força tensão exposta em 5.2
5,14 Resistência ao impacto, KU J mim. - 25 - 30 30 25 20 15
5,15 Sanidade na cabeça     Sem fratura
5,16 Altura mínima de descarbonetação na zona da rosca, E     - 1/2 H1 2/3 H1 3/4 H1
Profundidade máxima de descarbonetação, G mm - 0,015
5,17 Dureza após re-tempera     - Redução máxima da dureza 20HV
5,18 Acabamento da superfície     Apropriado conforme ISO 6157-1 ou ISO 6157-3
a Para os parafusos da propriedade da classe 8.8 nos diâmetros d≤16mm, há um risco aumentado da porca nesse caso do excesso inadvertido do aperto, induzindo um excesso da carga de prova. Com referência na ISO 898-2.
       
b Aplica-se somente aos diâmetros nominais da linha d≤16mm
             
c Para aparafusamento estrutural o limite é de 12mm        
       
d As propriedades de tensão mínimas aplicam-se aos produtos do comprimento nominal f≥2,5d. As durezas mínimas aplicam-se aos produtos do comprimento f <2,5d e aos outros produtos que não podem sofrer teste-tensão(e.g. devido à configuração principal).
       
e Quando testar os parafusos sem redução, parafusos prisioneiros, as cargas tensile, quais devem ser aplicados para o cálculo do Rm, que serão econtrados os valores nas tabelas 6 e 8.
       
f Uma leitura da dureza feita na extremidade dos parafusos e dos parafusos prisioneiros devem ser 250 HV,238 HB ou 99,5 HRB máximo.
       
g A dureza de superfície não será mais de 30 pontos de vickers acima da dureza medida do núcleo no produto quando as leituras da superfície e do núcleo são realizadas na alta tensão HV 0,3. Para a classe da propriedade 10.9, algum aumento na dureza na superfície que indica que a dureza de superfície excede 390 HV a qual não é aceitável.
       
h Nos casos onde o tensão de rendimento mais baixo Rel não pode ser determinado, é permissível medir o tensão de alongamento proporcional à 0,2% Rp02. Para as classes das propriedades 4.8, 5.8 e 6.8 que os valores para Rel são dados somente para finalidades de cáluculo, eles não são valores do teste.
       
i A relação da tensão de rendimento de acordo com a designação da classe da propriedade e o tensão mínima no alongamento proporcional à 0.2% Rp02 aplicam-se as amostras feitos à máquina de teste. Estes valores se recebidos no tamanho real dos parafusos para os testes terão variação devido ao método de processo e tamanho.